domingo, 1 de dezembro de 2013

Artigos recentes no Coffeepaste.com

Como sabem, o Coffeepaste mudou de casa. Agora estamos em http://www.coffeepaste.com  
 

Aqui ficam os mais recentes conteúdos:
 Visitem-nos por lá e vejam também os anúncios colocados diariamente.

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Artigos de Setembro do Coffeepaste.com

Como sabem, o Coffeepaste mudou de casa. Agora estamos em http://www.coffeepaste.com  
 

Aqui ficam os mais recentes conteúdos:
 
Visitem-nos por lá e vejam também os anúncios colocados diariamente.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Ultimos artigos do coffeepaste.com

Como sabem, o Coffeepaste mudou de casa. Agora estamos em http://www.coffeepaste.com  
Aqui ficam os mais recentes conteúdos:
Visitem-nos por lá e vejam também os anúncios colocados diariamente.

segunda-feira, 18 de março de 2013

O Coffeepaste mudou de casa!

Olá a todos!

A partir de hoje, o Coffeepaste tem nova casa em www.coffeepaste.com.

Actualizem os vossos bookmarks, visitem-nos e continuem a disfrutar da nossa companhia. 

Um abraço,
Pedro 
Rita
Carlos

NOTA - O novo email para envio de anúncios é anuncios@coffeepaste.com

quinta-feira, 14 de março de 2013

Workshop Pais e Filhos: Marionetas de Esponja - Coimbra

10% de desconto se os interessados mencionarem o Coffepaste

Workshop: Figurinos para Cinema, Tv e Teatro - Lisboa

Workshop Restart
Figurinos para Cinema, Tv e Teatro
23 e 24 de Março
Formador | Mafalda Estácio

PÚBLICO ALVO
Estudantes, amadores e profissionais da área do espectáculo e artes performativas.

OBJECTIVOS
Fornecer noções essenciais teórico-práticas para a
criação e preparação do conceito do figurino no âmbito
do espectáculo de televisão, teatro ou cinema.

CONTEÚDOS
- Breve história do traje/figurino.
- O trabalho do figurinista.
- Modos de execução e organização de aspectos
técnicos referentes aos figurinos/guarda-roupa.
- Mostra e análise dos diferentes materiais e
especificidades de utilização.
- Organização e desenvolvimento do processo criativo.

HORÁRIO
10h-13h e 14h-19h

HORAS
16h

VAGAS
14 Participantes (mín 8)

ADMISSÃO
Preferencialmente a alunos e profissionais das áreas da cenografia e do espectáculo..

PREÇO
Inscrição: 50 €
Geral: + 100 €
| parcerias: 15% desconto (fnac, acp, cgd, cartão
lisboa viva, etc., consultar em www.restart.pt)
| comunidade restart: 20% desconto
| dois workshops: 15% desconto no 2º workshop
(descontos não acumuláveis e aplicáveis apenas ao valor “Geral”)
Pagamento integral até à primeira semana antes do início.

FORMADOR |Mafalda Estácio
Tirou o curso de Realização Plástica do Espectáculo na ESTC em Lisboa, Formação Teatral pelo IFICT, e Formação Artística de Desenho pela Sociedade Nacional de Belas Artes.
Trabalha desde 1993 para diferentes companhias de teatro independente, em performances e mostras teatrais, como figurinista e cenógrafa.
Em televisão e cinema tem vindo a trabalhar para várias produtoras cinematográficas e de televisão, como stylish e chefe de guarda-roupa, em programas de entretenimento, novelas, telefilmes, galas temáticas e de aniversário, e videoclips.
Colaborou em variadas produções, entre outros com José Carlos Garcia, João Miguel Rodrigues, Carlos Gomes e Carlota Gonçalves, Mário Barradas, Miguel Loureiro, Sandra Faleiro, Pedro Carraça e Rui Lopes, Frederico Ferreira de Almeida, Teresa Guilherme, Pedro Vasconcelos, Piet Hein, Diogo Colares Pereira, Fernando Vanderel, Rita Nunes, João Brites.

INFORMAÇÕES
Telefone|
21.3609450
e-mail |
info@restart.pt

RESTART
Rua da Quinta do Almargem, nº 10
Belém
www.restart.pt

Workshop de retrato fotográfico - Lisboa

Orientadora Ana Pereira

O que é o retrato?

Na contemporaneidade e ao longo da história da Fotografia?
Qual o papel da representação do outro, na História da Fotografia, enquanto narrativa de correntes mas também como mapeamento do que nos é comum, o rosto?
Teoria e Prática fotográfica

16 e 17 de Fevereiro | das 15h às 20h

Condições de participação
É necessário para frequentar o workshop ter uma máquina fotográfica e um computador portátil com software de tratamento de imagens.

Local
BOESG Rua das Janelas Verdes
nº13, 1ºesq (Santos) Lisboa

Contacto para inscrição
info@anapereira.com

Valor: 50 euros

Biografia Ana Pereira
Moçambique-1974
Fotógrafa documental
Doutoranda em Ciências da Comunicação, ramo Comunicação e Artes, Universidade Nova de Lisboa.
Mestrado em Comunicação Audiovisual, especialização Fotografia e Cinema Documental, da ESMAE-IPP, com desenvolvimento de projecto fotográfico O Mundo das pequenas coisas e defesa de dissertação acerca dos conceitos em torno da representação fotográfica contemporânea, em particular as ligações à pintura e ao conceito de documental.
Licenciatura bietápica em Comunicação Audiovisual, ramo de Fotografia, Instituto Politécnico do Porto.
Membro da estrutura fotográfica The portfolio Project.
Co-autora do projecto performativo fotográfico ImpressoImproviso.

Procuram-se Bailarinas

CASTING
PROCURAM-SE BAILARINAS LOURAS E RUIVAS PARA PROJECTO INFANTIL
CASTING: DIA 19 DE MARÇO

As interessadas deverão enviar curriculum vitae com foto para casting@lemon.pt

Contemporary Dance training - Lisboa

Contemporary Dance training/ Treinamento de Dança Contemporânea

Open class: adults, beginners, experience is not necessary

Contemporary Dance training is based on the principles of somatic movement method in order to find organic and logical fine tuning of the body and mind. The class will include structured sequences and self investigation through Improvisation, to find freedom and personal translation in the structure.
At first we will take time to release tension in muscles and joints to achieve a muscle efficiency which allows the body to become open, receptive and prepared for moving. From there we will work on different movement concepts to develop a personal understanding on:
gravity; using the support of the floor while moving; the body falling into space creating momentum and to redirect that momentum into the individual body parts to create a specific movement event or sequence, abilities for movement improvisation.
The aim is to explore the function of the body and the logic with in each movement to start moving from an internal knowing and experiencing and sensing while doing.

Every monday and wednesday: 19:30 - 21:00
the class can be held in english
Casa do Brasil de Lisboa Rua Luz Soriano 42, Bairro Alto, Lisboa
Contato: 213400000/ mairadomar@gmail.com

Price/Preço
first class: free/primeira aula é gratuita
Single Class: EUR 7,00/ Aula avulsa: EUR 7,00
5 classes card EUR, 25,00/caderneta de 5 aulas EUR, 25,00
10 Classes Card: EUR 40,00/ caderneta de 10 aulas EUR, 25,00
The 5 Classes Card is valid for 2 month/Caderneta de 5 aulas tem 2 meses de validade/.
The 10 Classes Card is valid for 3  month/Caderneta de de 10 aulas tem 3 meses de validade .

Open Class: adultos, iniciantes, não é necessário experiência
O treinamento da Dança Contemporânea baseia-se aqui nos princípios do método somático do movimento a fim de encontrar uma fina, orgânica e lógica sintonia do corpo e da mente. A classe irá incluir seqüências estruturadas e investigação através da improvisação, para encontrar liberdade e tradução pessoal na estrutura do movimento.
De início o trabalho volta-se para aliviar a tensão dos músculos e das articulações para  se conseguir uma eficiência muscular que permita que o corpo se torne aberto, receptivo e pronto para se mover. Com este corpo mais acordado trabalharemos diferentes conceitos de movimentos, possibilitando em cada um a compreensão:
do uso da gravidade; uso do apoio do chão enquanto movemos;  corpo e sua queda no espaço para criar um impulso (momentum) e redirecionar o ímpeto para as partes individuais do corpo, criar assim movimentos específicos e seqüências; habilidades para a improvisação de movimentos.
O objectivo é o de explorar a função do corpo com lógica, em cada movimento,  iniciar o movimento a partir de um conhecimento interno,  experienciado e sensitivo.

Maíra Santos is a dancer /Ph.D researcher - Faculdade da Motricidade Humana (UTL)
Website: http://www.casadobrasil.info/index.php/agenda/168

ENCONTRO INTERNACIONAL DE FORMAÇÃO E CRIAÇÃO EM ARTES DA CENA

VOYAGES DU GESTE Nº 7
Looking for a Spring
ENCONTRO INTERNACIONAL DE FORMAÇÃO E CRIAÇÃO EM ARTES DA CENA
3 A 18 DE AGOSTO DE 2013 – HAITURA E SAYDOUN, LÍBANO




UMA ORGANIZAÇÃO
KHAYAL ASSOCIATION (Líbano)


PARCEIROS DO PROJECTO:
Cie Subito Presto / Association Trisunic (França)
Associazione Còrai (Itália)
Al-Harah Theater (Palestina)
Propositário Azul, Associação Artística (Portugal)


Áreas: Técnica Alexander, Voz, Contos, Marionetas, Improvisação, Movimento, Música

 Candidaturas até dia 22 de Março de 2013
Comunicação de resultados a 25 de Março de 2013
Pagamento de pré-inscrição (50€ - não reembolsáveis) até 29 de Março de 2013


Número de participantes a selecionar: 3

Pré-requisitos:
§       Disponibilidade total de 3 a 18 de Agosto de 2013; 
§       Jovens dos 18 aos 30 anos, em início de carreira artística ou com formação superior nas áreas de TEATRO, MÚSICA, DANÇA e ARTES CIRCENSES;
§       Não ter participado em anteriores edições do "Voyages du Geste";
§       Domínio das línguas francesa e/ou inglesa;
§       Pagamento de 250€ (50€ após fase de seleção e o restante até um mês antes do encontro) valor que inclui viagem, alojamento, alimentação e formação.
§       Cada participante compromete-se a enviar um relatório/reflexão final sobre o encontro. 
Envio de ficha de candidatura e carta de motivação para: propositario.azul@gmail.com 

Para mais informações ou para aceder à ficha de candidatura em:
http://sites.google.com/site/propositarioazul/formacao

Procura-se realizadores



Para execução de um videoclip de um projecto de música pop 
sediado em Lisboa

Contactar andredebrito@gmail.com

Oficina de processos criativos para crianças


.dk [DOGMA KIDS]

Direcção: Rogério Nuno Costa
em colaboração com Cátia Pinheiro

Datas :: 18, 19 e 20 de Março 
Horário :: 10h – 13h
Local :: dspace Escola de Dança (Rua D. João I, 119 - Matosinhos)

Oficina dirigida a crianças dos 8 aos 12 anos.

Inscrições 
Até 14 de Março para o email nec@nec.co.pt com nome, idade, morada, contacto telefónico e de e-mail, n.º de contribuinte e comprovativo de pagamento.

Preço
40 Euros
32 Euros para alunos dspace e associados NEC 

Pagamento por transferência bancária:
Núcleo de Experimentação Coreográfica
NIB: 0033.0000.02880029545.36

Lotação máxima de 15 participantes

“.dk [Dogma Kids]” é uma oficina de processos criativos para crianças dos 8 aos 12 anos baseada no documento/manifesto “Dogma 2005”, de Rogério Nuno Costa. A partir da imposição de regras simples de “conduta” artística e de exercícios práticos a partir de várias matérias e temas próximos do universo infantil, propõe-se uma experiência de formação baseada em várias disciplinas artísticas (teatro, artes visuais, performance, vídeo, fotografia, escrita, movimento) e inspirada na ideia maior de que a liberdade e a imaginação criativas não se fabricam, encontram-se. Esse encontro é tanto mais profícuo quanto maiores e mais desafiantes forem os obstáculos colocados. “.dk [Dogma Kids]” funcionará, assim, como uma espécie de feira popular de possibilidades performativas, totalmente pensadas, criadas, produzidas e apresentadas pelas crianças, a partir da reciclagem de materiais que já fazem parte do seu dia-a-dia: histórias, imagens, músicas, objectos, memórias. Mas é também, ou poderá ser, um excelente contexto para a criança testar a validade, seriedade e dimensão política dos seus gestos e das suas acções, através da aceitação de um jogo (com suas regras) e respectivo compromisso perante o social. Em última análise, “.dk [Dogma Kids]” será um workshop sobre ideias: donde vêm, para que servem e o que podemos fazer com elas. Um espaço para crianças poderem ser adultas (mais do que “brincar aos adultos”), tomando decisões, discutindo, partilhando, negociando e promovendo.

Mais info:
www.rogerionunocosta.wordpress.com
www.facebook.com/rogerionunocosta.art

Casting


A Plateau 31 - Organismo de Produção Artística, atualmente responsavél pela produção de uma nova Curta-Metragem, procura 11 Rapazes para Figuração Especial, com idades compreendidas entre os 20/35 anos e com bom fisico.
Os interessados deverão enviar CV+ Foto Corpo Inteiro para geral.plateau31@gmail.com

Workshop de Dança Irlandesa


Procura-se interprete



Procuramos co-criador e interprete para um projecto sobre o universo do poeta Arthur Rimbaud entitulado «O Inferno segundo Rimbaud». 
Este novo espectáculo será orientado pelo criador Ricardo Bargão. 
Candidaturas para: candidaturas@espectacologia.com

Danças Indianas


DIA DE DANÇA
COMEMORANDO O HOLI (FESTIVAL DO CORES)
Especial danças indianas - estilo de Rajasthão e Bollywood para Holi

17de Março 2013
16H – 18:30H
Valor : 7€ (Desconto para grupos de 5 ou mais pessoas )
Local:
Salão de Yoga da
Comunidade Hindu de Portugal,
Alameda Mahatma Gandhi
1600 –500 Lisboa
Inscrições:
21 757 6524
cultura@comunidadehindu.org

Workshops TV - Lisboa



Workshop Acting, Singing & Dancing 8/14 anos – Promoção de 50% - Agarre esta oportunidade!
Data: 6 de Abril a 1 de Junho (9 sábados)
Valor: 200€

Workshop Interpretação para TV 1
Data:18 Março a 12 Abril (2ª,4ª, 6ª)
19H30 – 23H30
Valor: 400€

Workshop Flash TV
Data: 16 e 18 de Abril (3 ª e 5ª feira)
19H30 – 23H30
Valor: 85€

MAIS INFORMAÇÕES:
Workshop.televisao@pluralportugal.pt
Tel: 219 68 77 43/ 213 515 906

Danças de salão - Lisboa


Curso dança


Encontro - Lisboa


Curso de fotografia e video


Casting


SEMINÁRIO ABERTO DE POLÍTICAS CULTURAIS COM MIGUEL HONRADO





23 Março, 6 Abril | 10h-14h 14h30-18h
Centro de Memória, Vila do Conde

No âmbito da 19ª edição do Curso de Gestão e Produção das Artes do Espectáculo/Vila do Conde, Miguel Honrado irá leccionar o Seminário de Políticas Culturais, aberto a alunos externos.

Conteúdos: 
- O conceito de Políticas Culturais em sentido estrito e em sentido amplo;
- Razões e os meios pelos quais o Estado intervém na criação artística e na regulamentação do meio cultural;
- Orgânica do Ministério da Cultura (actualmente Secretaria de Estado da Cultura) e noção da sua estruturação progressiva até à actualidade;
- Estrutura do meio cultural em Portugal e o meio da criação artística;
- Outros modelos de Política Cultural, nomeadamente aqueles que fizeram "escola" no continente europeu: o Modelo Francês e o Modelo Inglês;
- A política e os meios de internacionalização da cultura portuguesa.

Inscrições e informações:
Enviar email com nome, morada e telemóvel para forumdanca@forumdanca.pt
Preço: 85€
http://www.forumdanca.pt/producao/seminarios_gpae_19.htm


Miguel Honrado é licenciado em História pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e tem uma pós-graduação em Curadoria e Organização de Exposições pela ESBAL /Fundação Calouste Gulbenkian. Exerce, desde 1989, a sua actividade nos domínios da produção e gestão cultural. Neste contexto, interveio em projectos culturais de grande relevo nacional e internacional como o Festival Europália ou as programações culturais das Exposição Universal de Sevilha 92, Exposição Mundial de Lisboa 98 ou Lisboa Capital Europeia 94. Desde o início do seu percurso profissional tem mantido uma relação privilegiada com o universo da dança contemporânea, tendo integrado e depois coordenado a equipa do Departamento de Dança do Instituto Português das Artes do Espectáculo (IPAE) entre 1999. Foi Director Artístico do Teatro Viriato de 2003 a 2006. Nos anos lectivos de 2003-2004, 2004/2005 foi convidado pela Universidade Lusófona a leccionar o módulo de “Políticas Culturais” na pós-graduação em Gestão Cultural. É desde 2006 professor assistente da Escola Superior de Teatro e Cinema. Foi entre 2005 e 2007 Presidente do Conselho de Administração da IRIS - Associação Sul Europeia para a Criação Contemporânea. Em 2007 foi curador do evento “Jardim do Mundo” integrado no projecto “O Estado do Mundo” programado por António Pinto Ribeiro para a celebração dos 50º Aniversário da Fundação Calouste Gulbenkian. Desde Novembro de 2007 é Presidente do Conselho de Administração da EGEAC – Empresa Municipal de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural, Câmara Municipal de Lisboa.

Próximos seminários:
Práticas de Palco (Otelo Lapa): 27 Abril a 18 Maio
Direito na Cultura (Madalena Zenha): 15 a 29 Junho 
Arte e Educação (Giacomo Scalisi): 6 a 20 Julho


Org: Forum Dança em colaboração com a Circular Associação Cultural

Workshop musicais - Lisboa


Workshop - Cascais


segunda-feira, 11 de março de 2013

Procuram-se stand upers

O grupo 2 Dedos de Comédia vai estar novamente no Cine Incrível em Almada no dia 28 de Março (última quinta-feira do mês!) com o espectáculo "Comedy MIX".
Portanto, no que diz respeito ao Stand-up Comedy: Comediantes e aspirantes, querem fazer 10 minutos num palco todo pomposo?

Enviem um email com o título "Open Mic Março" com um vídeo (preferencialmente), um audio ou um texto com a vossa actuação para o correio2dc@gmail.com e inscrevam-se neste Open MIC.
As inscrições não duram muito. APRESSEM-SE!

Procuram-se projectos



 Até 15 de Março o Teatro Rápido está a ceitar candidaturas para integrar a programação do mês de Maio, sob o tema MATER.           
Aceitam-se propostas para:
·          Micropeças de 15 minutos para as 4 Salas (5 sessões /dia entre as 18h e as 20h15)
·          Micropeças de 15 para a infância (3 sessões aos sábados e domingos de manhã)
·          Exposições no TR BAR
·          Espetáculos de musica; cabaret; etc para o Palco do TR BAR (6ªs e Sáb. noite)

Mais informações em http://teatrorapido.blogspot.pt/ ou através do email: tr@teatrorapido.com

Procuram-se Atrizes


Bilingues (Castelhano / Português) com idade entre os 25 e os 35 para projeto de micropeça de Teatro (15 min) do Centro de Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa

Enviar CV + fotos para tr@teatrorapido.com até 13 de Março

Monstra - Últimas vagas para os Workshops e Masterclasses


Voltamos a salientar que os estudantes individuais e desempregados beneficiam de um desconto de 50% em todas as formações e que as turmas (de nº mínimo 10 alunos) beneficiam de um desconto de 75% nas masterclasses e workshops.

Não perca esta oportunidade.

Visite o facebook da MONSTRA em www.facebook.com/festivalmonstra e o nosso site oficial em http://www.monstrafestival.com/

Procuram-se guitarristas


para banda de folk+blues covers, para futuros concertos, e possível criação de originais.

Enviar Nome, idade, localidade, profissão, disponibilidade horária, e, caso exista, link ou anexo a tocar. Para mais informações enviar e-mail para: musicosprocuramse@gmail.com

(De preferência com mentalidade jovem, espírito criativo e facilidade em aprender novas músicas)

Workshop "O actor e a neutralidade"


Direcção: Nuno Pino Custódio
Local: Lisboa 
Datas: 25 a 30 de Março / 1 a 6 de Abril

  
Sinopse
A neutralidade é um conceito valiosíssimo, uma ferramenta metodológica imprescindível na formação do actor, pois prepara-o para os mais diversos cenários, estilos, géneros, técnicas, uma vez que desenvolve, como poucos outros sistemas, a sua concentração, presença, atenção, contenção, disponibilidade, confiança: estruturas "invisíveis" responsáveis por todo o sentido expressivo do teatro. É deste ponto, desta imobilidade e deste silêncio feitos de energia, que nascerá (que se evocará) realmente um outro ser: a personagem. Através de um exercício‐ritual inspirado nos coros da tragédia grega, desenvolver‐se‐á toda uma aprendizagem que recentrará a teatralidade no corpo do actor, amplificando a sua consciência relativa aos diversos fenómenos do espectáculo e da representação. É com esta consciência que se processam todas as mudanças e evoluções, no sentido de um teatro que busque cada vez mais uma linguagem sua, necessária e integral.

O que significa estar em "situação de actor", qual a necessidade do teatro hoje, a diferença entre a "personificação" e a "despersonalização"?, como se desenvolve um grupo e a concentração nesse colectivo?, como tomar decisões perante a pressão ou lidar com o erro, o ajuste, o medo, a ansiedade?, o que é, afinal, um objectivo, um conflicton ou. simplesmente, uma acção?, o que significa, enfim, estar em equilíbrio e partir para o desequilíbrio da criação...

------------

Estão abertos dois workshops ou a possibilidade de frequência dos dois:

1. "O actor e a neutralidade" LX MAR
25 a 29 de Março, das 20h00 às 00h00 (Chegada às 19h30)
30 de Março, das 14h30 às 23h30 (1 hora jantar / chegada às 14h00)

Pagamento: até 22 de Março (120€) ou 22 de Março (65€) + 22 de Abril (65€)

2. "O actor e a neutralidade" LX ABR
1 a 5 de Abril, das 20h00 às 00h00 (Chegada às 19h30)
6 de Abril, das 14h30 às 23h30 (1 hora jantar / chegada às 14h00)

Pagamento: até 29 de Março (120€) ou 29 de Março (65€) + 29 de Abril (65€)

3. "O actor e a neutralidade" LX MAR + ABR

Pagamento: até 22 de Março (180€) ou 22 de Março (95€) + 29 de Abril (95€)

-----
NIB para pagamento 0035.0396.0021.0224.6003.0 (CGD Ana Brum)
-----

Atenção! Turmas somente entre 8 a 15 elementos.

A inscrição fica efectivada mediante comprovativo de pagamento. Os workshops são dirigidos preferencialmente a profissionais e/ou estudantes de artes performativas, sem necessidade de CV.

Equipamento: roupa preta que permita movimentos largos, preferencialmente calças de treino e t-shirt de manga comprida. Sapatilha/ténis da mesma cor. Meia-collant de mousse, também preta.

Local: LxFactory
Complexo LxFactory
Rua Rodrigues Faria 103 Edifício I – 0.2
1300–501 Lisboa

Contacto para inscrição: a.bruma@gmail.com / pinocustodio@gmail.com / Telefone: 965301460 / 935 038 587

------------

Nuno Pino Custódio nasceu em Lisboa, em 1969. Desde praticamente o começo de uma actividade iniciada aos vinte anos, desenvolve e sistematiza uma metodologia de interpretação com máscara, assim que colheu os primeiros ensinamentos com Filipe Crawford, na extinta Meia Preta (1990). Fundou, pouco depois, o Teatro Experimental A Barca, onde pôde, com as suas primeiras encenações e aulas, explorar de forma concreta a relação interdependente entre "ver" e "fazer", cuja máscara, o seu sistema de interpretação, se constituía, por si só, como uma extraordinária ferramenta. Foi posteriormente aluno de Ferruccio Soleri (2000) e de Mario Gonzalez (2008 e 2012). O primeiro, trazendo consigo uma abordagem estética da Commedia dell'Arte reinventada pelo Piccolo Teatro di Milano; o último, fundador da disciplina Masque no Conservatoire National de Paris, expondo uma técnica conjuntamente com referências que se revelam cruciais para o entendimento do uso da máscara enquanto ferramenta do actor. Estes contactos tornaram-se determinantes na consolidação de um percurso que se vinha formando e tinha já um rumo: o confronto directo da experiência do viver quotidiano numa sociedade individualista orientada pelo hiperconsumo com a do teatro, cuja essência se faz sentir com o desdobramento no outro, no tempo da percepção do presente, numa espécie de máquina que só funciona se humanizar.
Nuno Pino Custódio cria e desenvolve, regularmente, há duas décadas, oficinas, colaborando amiúde com escolas profissionais (como foram e/ou são os casos da Escola da Máscara, da Academia Contemporânea do Espectáculo, da Escola do Chapitô, da ESE Coimbra, da ESTAL, da ACT – Escola de Actores ou da ESMAE). Esta colaboração tem sido extensível, também, de uma forma natural, à formação no seio das próprias unidades de criação (Teatro Meridional, Teatro O Bando, Circolando, Teatro Oficina, Teatrão, ACTA, Teatro do Montemuro ou FIAR, são exemplos disso). 
Como encenador, a sua actividade não se dissocia da própria dramaturgia que cria (uma "dramaturgia do ver", como prefere definir, contemporânea ao espaço do ensaio) nem tão-pouco da escrita. Entre o Teatro Experimental A Barca, a Companhia do Chapitô, a FC – Produções Teatrais, o Teatro das Beiras, o Teatro O Bando, o Teatro Meridional, o Teatrão, o Teatro do Montemuro, o Teatro Oficina ou a ESTE – Estação Teatral, conta com mais de quatro dezenasde criações, muitas de sua autoria, outras em regime de co-criação, onde a centralização do trabalho do actor (na perspectiva de uma "representação total") e a improvisação, como ferramenta de pesquisa e criação, se fundem com o vasto território da máscara e desenvolvem toda uma intervenção que converge para uma linguagem própria, específica, dita "do teatro". Raramente trabalha com textos previamente escritos, com impulsos demasiado definidos e já registados por criadores exteriores aos grupos de trabalho. A escrita, faz parte de todo um processo e sedimenta-se, aos poucos, depois de um já profícuo contacto com o público. Ainda assim, Sanchis Sinisterra, Samuel Beckett, Dario Fo, Luís Bernardo Onwana ou Jean Cocteau assinalam um percurso que nunca se desviou da sua natureza. Natureza que "não se remete à demarcação conhecida por 'teatro físico'" – faz questão de assinalar – "não obstante, precisar de ser físico para ser teatro". "O relato de Alabad" (2002, também interpretado por si) e "Mãe Preta" (2004), são ainda assim peças escritas de sua autoria que se destacaram no panorama teatral português.
Pino Custódio tem, por isso, procurado edificar uma "ideia de teatro", num percurso cuja pesquisa não busca de forma espontânea os limites, as transgressões, as intercepções, os enclaves entre as diversas disciplinas e artes, mas, antes, a criação de movimentos cêntricos: o contacto, o interesse, o relacionamento com aquilo que Jacques Copeau, por exemplo, chamaria de "fundações intactas". Formas antigas (como o Teatro Clássico Grego e Romano ou a Commedia dell'Arte) ou populares e tradicionais (como a pantomima ou a prática milenar dos contadores de histórias), relacionando directamente "passado" com "futuro", "antigo" com "novo". Mantendo-se em contacto com uma essência, uma estrutura imutável, uma "ideia" pode, finalmente, pensar-se fazer teatro "com" (e não "para") o público. Um púbIco moderno, como faz sempre questão de referir. A inquietação que está inata em cada uma das suas encenações ou aulas é a de conseguir expressar o teatro não apenas como arte mas como necessidade insubstituível – quanto mais não seja por uma questão antropológica.
No seu percurso, é incontornável, também, a actividade regular de formação com os dois principais grupos universitários de Coimbra: o CITAC e, mais recentemente, o TEUC. Também aí deixou espectáculos marcados pela perspectiva do actor-criador e da criação colectiva. Com o TEUC ganhou, aliás, o Prémio FATAL 2011 para o melhor espectáculo, algo nunca antes alcançado pelo histórico grupo.
Especializou-se em Estudos de Teatro, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e colaborou como investigador do Centro de Estudos de Teatro, entre 1996 e 2000. É, presentemente, Director Artístico da Estação Teatral, e já mostrou o seu trabalho ou ministrou oficinas nos seguintes países: Bélgica (Bruxelas, Liége, Gand, Lovaina), Espanha (Salamanca e Barcelona), França (Paris e Poitiers), Cabo Verde (Mindelo), Alemanha (Berlim), Moçambique (Maputo) e Brasil (Rio de Janeiro).

---------

O ACTOR E A NEUTRALIDADE
para uma contextualização

Para além dos seus múltiplos significados e enquadramentos, a neutralidade é muito difícil de compreender numa sociedade dominada pelo ego e pelo individualismo, portanto, pela identificação com a forma (onde ter significa muitas vezes ser, apesar das infindáveis decepções daí decorrentes e já há muito denunciadas). Para além disso, o facto de percebermos que esta é, na verdade, um "ponto fulcral" que nunca se atinge e de ter tido ao longo do século XX e início do XXI várias escolas vem ainda complexificar o debate. O que significa realmente "neutro"? Que pertinência pode ter para o actor, para a criação, para o espectáculo, enfim?
Jacques Copeau, um dos primeiros pedagogos a pôr realmente em prática este conceito, por volta de 1920, numa Europa ainda a ressacar do seu primeiro conflito global, buscava um regresso à simplicidade, um espaço de quietude e silêncio de onde se partia e se regressava, desejando inclusive que a cena se desatravancasse e o actor estivesse como o corpo do corredor antes do disparo. Um conjunto enorme de discípulos continuaram a sua tradição, mesmo se esta, com a Segunda Grande Guerra, se suspendeu. Jean Dasté, casado com a sua filha, Marie-Hélène Dasté, acabava mesmo por recuperar, juntamente com a sua companheira, a "máscara nobre" de Copeau (antepassada da máscara neutra) mas procurava agora, sobretudo, a ideia de uma representação sincera (com todos os perigos que essa palavra pudesse ter quando nos referimos à arte), onde o actor se sentisse ligado a um mundo desconhecido de forças interiores que o faziam comunicar com o universo. De tradição em tradição, Jacques Lecoq, aluno e actor deste último, viaja para Itália e, do seu encontro com um escultor, Amleto Sartori, redefine a ideia e fixa a expressão "neutro" para designar "incondicional", "sem passado nem futuro", como se o actor, sem qualquer impulso prévio pudesse finalmente ver, ouvir e sentir. Tal demanda não se diferencia muito das primeiras pesquisas de Copeau, pois que ambos desejavam personagens que interagissem com o seu mundo com "a frescura de uma primeira vez", abrindo assim um vasto campo à descoberta, à criação, à improvisação, à própria teatralidade. Com a sua famosa máscara neutra em couro, nascida dessa profícua colaboração com Sartori, Lecoq redefiniu toda uma pedagogia onde a "máscara neutra" era a disciplina-mãe, impulsionadora de todas as outras. Com ele, percebe-se que "neutro" significa também "económico", "essencial" ou "directo". A fuga ao textocentrismo e ao excesso de acção psicológica que caracteriza o Ocidente (não apenas o teatro ocidental), onde os actores se contentavam, de uma forma geral, a representar "do pescoço para cima", ao mesmo tempo em que os seus corpos se iam bloqueando cada vez mais, está no cerne destas pesquisas, ao mesmo tempo em que se vai percebendo que o modelo de uma sociedade de hiperconsumo provoca uma cisão profunda entre a simultaneidade do acto de ver e de fazer. Presentemente, tirando os ensinamentos de Jacques Lecoq, ainda muito amplificados e com grande ressonância um pouco por todo o lado por muitos dos seus ex-alunos e assistentes (ainda que com pequenas diferenças e singularidades), o termo "neutro" endureceu bastante, caindo verdadeiramente no campo ontológico, onde já nem é a personagem que está em questão mas... o próprio actor. Das experiências de Carlo Mazzone-Clementi, nos Estados Unidos da América, com a sua Dell'Arte School, recorrendo agora não a uma máscara neutra mas a uma outra que se denominava "metafísica", passando pela máscara preta de Mario Gonzalez, ambas sem boca, obrigando o actor a fazer com o corpo acções que naturalmente faria com a boca (como bocejar, falar, comer), passaram já mais de cem anos. Cem anos atrás de uma utopia. 

Nuno Pino Custódio sai desta última linhagem onde, discípulo de Mario Gonzalez, prossegue agora o seu caminho em torno de uma "ideia de teatro" que tem vindo a construir há mais de duas décadas, simultaneamente com as suas criações, aulas e máscaras. Para si, a colocação de um objecto fixo que oculte total ou parcialmente um rosto não é mais decisivo, contanto que o actor assuma um comportamento que estabeleça uma conexão directa entre ver e fazer, entre as inúmeras dualidades que o teatro, para ser teatro, está sujeito. A neutralidade surge então como um estado, que ele próprio define de "actor", onde a concentração e a consciência potenciam, realmente, o desdobramento, a despersonalização, o desequilíbrio, a criação ou essa capacidade cada vez mais rara de "sentir por outro para ajudar outro a sentir". 
Para o actor moderno, questões como estas são absolutamente essenciais e preparam-no para um teatro vivo, actual, entendo-o como "máquina" que só funciona se humanizar.

Workshop À descoberta do Teatro - Lisboa


Casa do Artista

A oportunidade de descobrir o seu “eu”, expandindo corpo, espírito e mente. Num ambiente lúdico, mágico e com pessoas interessantes, vai poder descobrir que somos espectadores e actores. Descobrindo o teatro, o ser descobre-se humano e o teatro é a arte de nos vermos a nós mesmos, a arte de nos vermos vendo!

Programa:
A expressão oral e corporal, autoconhecimento, estímulo de todos sentidos, incentivo à criação, percepção e memorização, auto-estima, métodos que auxiliam a interpretação e representação de emoções.

Dias 6 e 7 de Abril de 2013 | Horário: das 9:00 às 18:30 | Local: Casa do Artista, Morada: Estrada da Pontinha nº7.  1600-582 Lisboa | Formador: João Rosa | Preço: 75€

Caracterização do público-alvo: 
Qualquer pessoa que sinta uma enorme vontade de fazer algo diferente, sair da rotina, viver uma nova aventura e ter consciência do seu ser, daquilo que somos e daquilo que queremos.

Website: http://joaorosaoficinasteatro.wordpress.com/workshop-teatro/  
Para se inscrever basta solicitar ficha de inscrição preencher e reencaminhar para o e-mail producoesteatrais2@gmail.com

Curso de documentário - Lisboa

Teremos um novo curso intensivo em abril!
É um curso de Documentário e tem início no feriado de 25 de abril, decorrendo também durante o fim de semana.

+info: http://www.escreverescrever.com/verEdicao.php?id_edicao=2405&mes=04.

FATAL- Masterclass com Susana Vidal


17h | 14 Março | Sala de Conferências da Reitoria

 No próximo dia 14 de Março, a encenadora, autora e actriz Susana Vidal virá à Universidade de Lisboa para uma conversa aberta ao público onde partilhará alguns pormenores do seu percurso e falará sobre a sua experiência no teatro universitário na área da encenação, criação de texto teatral, direcção de actores e interpretação, entre outros temas.

Nesta ocasião, será também apresentada a residência artística que integrará a programação do Fatal 2013 – 14.º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa, e que contará, este ano, com a coordenação e encenação de Susana Vidal.


Sobre Susana Vidal
“O seu trabalho é um teatro vivo e em contínua mutação. Um trabalho de criação para criar resistências, que exprime os comportamentos humanos confrontados com o mundo à sua volta e que trabalha os limites do actor e as suas fragilidades como uma verdade incontornável em cena. Um teatro de autor, um teatro em contínua agonia, onde se fala de coisas simples como o amor, a violência, o medo...e onde a poesia e a beleza ainda são coisas privilegiadas. Onde as palavras são andantes e os perdedores são deuses. 

Um trabalho de violência poética que quer furar o nosso estar e deixar-nos uma bomba em casa.”

Oriunda do teatro universitário espanhol, trabalha e reside em Lisboa desde 1997 onde é criadora independente e directora artística da B Negativo Teatro. Foi, também, encenadora do GTIST (Grupo de Teatro do Instituto Superior Técnico) entre 2000 e 2008, com quem participou em varias edições do FATAL e onde criou diversos espectáculos onde se questionou a função e forma do teatro universitário.

http://susanavidalteatro.blogspot.pt/
http://bnegativoassociacaocultural.blogspot.pt/


Para mais informações:
Núcleo Cultural do DERE
Telefone: 210 11 34 06 – nucleocultural@reitoria.ul.pt

Workshop Voz e Dicção - Lisboa


A utilização correcta do aparelho vocal é fundamental, devemos utilizar sabiamente o nosso instrumento vocal. O profissional tem a voz como ferramenta de trabalho, por esse motivo tem que saber utilizá-la, conhece-la e principalmente conservá-la. A má utilização da voz provoca danos a que não damos muita importância, tais como desgaste físico e psicológico. E quem necessita dela para desenvolver a sua actividade profissional tem que saber lidar com os problemas que a envolvem, tais como a respiração, porque se esta não for devidamente correcta  propiciam um aumento de ansiedades que assolam o nosso quotidiano interferindo na nossa voz e postura.

Objectivos:
Experimentar diferentes sonoridades a partir da ressonância corporal, aprender os ritmos e as articulações vocais, localizar a projecção da voz no espaço e as velocidades e desenvolver a capacidade de rentabilizar a voz.

Público-alvo:
Actores, consultores, advogados, professores, vendedores e outros profissionais que utilizem a voz na sua actividade profissional.

Dias: 25, 26 e 27 de Março de 2013 | Nº de horas: 9 | Horário: 20:00 às 23:00 | Preço: 55€ 

Formador: João Rosa (actor e encenador) | Local de Formação: Casa do Artista

Webpage: http://joaorosaoficinasteatro.wordpress.com/workshop-vozdiccao/  

Para se inscrever basta solicitar ficha de inscrição preencher e reencaminhar para o e-mail producoesteatrais2@gmail.com

Procuramos performances de comédia


 para integrar um espectáculo de "Miscelânea" de comédia no fim de Março em Almada. 

- Comédia Musical
- Comédia de Improviso
- Sketches
- Poemas, etc

Pessoas singulares ou grupos. 
As performances não deverão passar dos 15 minutos e têm obrigatoriamente de ser comédia. 

Envia um texto/um vídeo/uma gravação com a tua performance para correio2dc@gmail.com

Casting - A Linha do Vouga


Trata-se de um Projecto Académico de Final do Curso, de Alunos Som e Imagem da Universidade Católica do Porto. Para a realização desta Curta-Metragem (Ficção-Dramática) recorremos ao Casting para encontrar  2 Casais (Homem e Mulher)  entre 20 e 25 anos. Damos preferência a casais já formados (pela cumplicidade e naturalidade). 

Casting:

-  22 de Março (Sexta-feira) 18h00 às 21h00 
-  23 Março (Sábado) 10h00 às 13h00. 

Atenção: trabalho não remunerado, mas cobertura das despesas nos dias de rodagem. 

Confirmação de presença para o e-mail: ALinhaDoVouga@gmail.com | 918756539

Workshop Hand to Hand (percussão mandingue África Ocidental)



dias 6, 13, 20 e 27 Março às 21h30.
Preços - 5€/dia ou 20€/4 dias com pré-inscrição.

Tendo como base a percussão Mandingue (aqui representada pelos instrumentos tradicionais, o Djembé e os Dununs), este workshop tem em vista a contextualização da Cultura Mandingue/Griot através da aprendizagem dos ritmos e os seus contextos tradicionais.

Este workshop assenta nos principais objectivos:

- Contextualização e sensibilização da Cultura Mandingue;

- Aprendizagem da técnica e linguagem rítmica;

- Desenvolvimento Criativo e de Improvisação;

- Trabalho de Grupo.

*Os participantes no workshop terão também a oportunidade de participar no espectáculo da banda SLAP - Hand To Hand, com uma pequena apresentação do trabalho realizado durante a formação, estimulando a sua aprendizagem e motivação pessoal. O preço da inscrição inclui o bilhete do espectáculo.

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



SLAP - Hand To Hand, uma banda que tem como base a percussão da África Ocidental.

É objectivo desta banda misturar a cultura Mandingue com a urbana, sem deturpar a origem. A música Mandigue/Griot representada pelos Djembes, Dununs e Balafon funde-se com a cultura contemporânea através de Vjing e Sampling usando o Resolume e instrumentos como o Akai MPD Sampler.


Bio: 

Desde o seu início, em Fevereiro de 2011, que este projecto tem vindo a desenvolver diversas actividades como concertos, workshops de percussão mandingue, performances e jam’s. Passaram por palcos como o Festival Etnias/Ollin Kan, Centro Cultural Malaposta, LX Factory, Musicbox Lisboa, Clube Ferroviário, Offbeatz, Bacalhoeiro COOLectivo COOLtural, Cineclube de Telheiras, Cine Incrível, etc.

A par dos espetáculos homónimos, tiveram ainda a oportunidade de participar nos Encontros de Sentidos Ilimitados resultantes do trabalho colaborativo realizado nas residências criativas e de formação Compota – Improvisação Multidisciplinar, orientada pela coreógrafa e ex-bailarina do Ballet Gulbenkian, Paula Pinto, que culminou numa performance multidisciplinar interactiva.

Sob direção e encenação de David Pereira Bastos estiveram a cargo da musica ao vivo na peça “Sangue” a partir de Titus Andronicus de Shakespeare, exibida no Teatro Maria Matos, em Lisboa.

Participaram no evento Optimus - Flash Mob do Miguel na Praça Luís de Camões, uma campanha publicitaria que juntou 280 músicos a tocar uma versão do "All Together Now" dos The Beatles.

Em 2011, foram responsáveis pela organização do Workshop de estreia em Portugal de Fodé Bangoura, mestre djembefola e uma das principais figuras da percussão mandingue e em Outubro de 2012, fizeram um concerto com a sua participação no Ciné Incrível.




Poderão encontrar mais informação em:




sexta-feira, 8 de março de 2013

Coffeepaste recomenda (XXXVIII)

Evento: Future Shorts Festival (Lisboa)
O Festival Future Shorts é o maior festival de cinema do seu género, que realiza sessões a nível global. Desde novembro de 2011, foram realizadas projecções em mais de 285 cidades e 90 países, com uma audiência de mais de 45 mil pessoas que assistiram ao que de melhor se faz em curtas-metragens, muitas vezes com música ao vivo. De Londres a Tóquio, de Cairo a Cabul, as sessões tiveram lugar através de uma enorme rede de salas de música, cinemas, teatros, galerias, clubes, bares e armazéns.
Lisboa recebe já no dia 15 de março no Teatro do Bairro(entrada 4€), pela primeira vez, este evento que acontece por todo o mundo a cada 3 meses, com a exibição de 7 curtas-metragens internacionais, correspondendo à edição de Inverno das Future Shorts. Quénia, República Checa, Reino Unido, EUA, e Suécia são os países de origem das curtas apresentadas.
Future Shorts Lisboa
Teatro do Bairro
15 Março, 21h00
4€


Espectáculo: Paredes de Vidro, (ou como quebrá-las em caso de emergência)

Uma criação que se segue a Tropeçar, que foi também uma encomenda com co-produção da Fábrica das Artes / CCB, a partir do universo, das inquietações e das dúvidas postas pelas crianças, pelos filhos. Paredes de Vidro apresenta o outro lado, pois parte do universo dos pais. A realidade é a mesma, mas como que vista noutra perspectiva, através de uma parede de vidro, a tal de que falávamos no texto final do Tropeçar: «Às vezes entre mim e eles havia uma parede de vidro.»
Paredes de Vidro aborda, pois, o ponto de vista dos pais, para que não se achem esquecidos ou marginalizados em todo este processo, para que sintam que também têm uma voz.
Direcção, Textos: Joana Craveiro
Co-criação e Interpretação: Gustavo Vicente, Inês Rosado, Isabel Gaivão
Paredes de Vidro é um espectáculo criado a convite do Serviço Educativo de Guimarães 2012 - Capital Europeia da Cultura e do CCB/Fábrica das Artes.
Sala de Ensaio. Duração 50 minutos, M/8
Preços: Semana 3,20€, Fim de semana 5,35€
6, 7 e 8 Mar 2013 - 11:00; 9 Mar 2013 - 15:30; 10 Mar 2013 - 11:30


Exposição: 360º - Ciência Descoberta

360º - Ciência Descoberta é uma exposição sobre a ciência ibérica na época dos descobrimentos. Apresenta os desenvolvimentos científicos e técnicos associados às grandes viagens oceânicas de Portugueses e Espanhóis nos séculos XV e XVI, e o impacto que causaram na ciência europeia. A exposição procura mostrar os diversos factores que modelaram as ideias e as práticas dos ibéricos nesse período – o fascínio com as novidades do mundo natural americano e asiático, a crítica do saber antigo, o estabelecimento de novas práticas empíricas, a disseminação de conceitos científicos pelos estratos menos instruídos da sociedade, os melhoramentos técnicos, os processos e as instituições de acumulação e gestão de novos conhecimentos – e como estes aspectos jogaram um papel significativo no nascimento da modernidade científica europeia.
Fundação Calouste Gulbenkian
Edifício Sede
De 2 mar a 2 jun 2013, 10:00 - 18:00
Encerra às segundas

Curso: Som para Audiovisuais - Lisboa

Som para Audiovisuais na RESTART
16 de Março a 11 de Maio

Os cursos intermédios são uma das grandes novidades este ano na Restart.

Uma opção para quem pretende num curto espaço de tempo uma formação intensiva.

Estes cursos de média duração, tem como objectivo a iniciação ou especialização a uma área profissional para estudantes e/ou profissionais do mercado e vão decorrer aos Sábados.

Para mais informações consulta o site Restart.

OBJECTIVOS
Introdução teórico-prática ao áudio para televisão, cinema e vídeo em geral, nas vertentes de captação e pós produção.

CARGA HORÁRIA
80h (+ 50h livres)

CONTEÚDOS
TECNOLOGIAS AUDIOVISUAIS (8h)
CAPTAÇÃO EM EXTERIORES (24h)
CAPTAÇÃO EM ESTÚDIO TV (16h)
PÓS PRODUÇÃO ÁUDIO (32h)

FORMADORES
Miguel Sotto Mayor | Técnico de Som
Adalberto Neves | Pós Produtor Áudio
Raquel Jacinto | Técnica de Som

HORÁRIO
SÁBADOS ou DOMINGOS| 9H-13H E 14H-18H
(+ 1 domingo a marcar)

HORAS
80h

VAGAS
14 Participantes
(mínimo 8)

ADMISSÃO
Conhecimentos mínimos de inglês e de informática.
Conhecimentos intermédios de câmara e iluminação. Cv.

PREÇO
Inscrição - 50,00 euros
4 prestações de Fevereiro a Maio - 185,00 euros
Pronto Pagamento – 15% (no acto de inscrição)
Alunos e Ex Alunos - 15%
Parcerias - 10%*
* Parceiros (consultar em www.restart.pt)
Nota: descontos não são acumuláveis
1 - O valor da inscrição não é reembolsável.
2 - As prestações são pagas até ao dia 5 de cada mês, independentemente do dia de início e de encerramento do curso.

Para consulta dos restantes cursos Intermédios:
www.restart.pt

INFORMAÇÕES
Telefone| 21.3609450
e-mail | info@restart.pt

RESTART
Rua da Quinta do Almargem, nº 10
Belém
www.restart.pt

Aluga-se Espaço à Hora - Cascais

Espaço amplo, situado na base toda de um prédio sito na Praceta de Beja, em Cascais, (não longe do Jumbo) com várias salas para atividades diversas, aluga-se à hora. São permitidas todas as atividades relacionadas com as Artes plásticas, Teatro, Dança, Yoga, Pintura, Costura, Fotografia, Festas, Exposições, Reuniões, Workshops, etc...
O espaço dispõe de aparelhagem de som, microfones sem fios, piano e teclado.
O preço do aluguer é de 10 € à hora para qualquer atividade. Necessário fazer marcação antecipada.

margaridalberty@sapo.pt
www.patiodosartistas.com

Reunião de Ideias Novas - Cascais

Reunião de ideias novas em CASCAIS

És artista, cantor, actor, encenador, coreógrafo, bailarino, fotógrafo, pintor, professor, músico, etc .... ?

Estás meio PERDIDO, INDECISO, sem saber o que fazer da tua vida... agora com a crise ?

Vem à REUNIÃO de IDEIAS NOVAS no Pátio dos Artistas, Quarta-feira, dia 13 de Março, às 19h.

GRÁTIS

Inscrições através do email: patiodosartistas@gmail.com

ou do Tel: 963589797

Pátio dos Artistas
Praceta de Beja, 138 A
Bairro do Alcaide
CASCAIS

Vamos pintar - Cascais

VAMOS PINTAR…! (atelier para crianças em CASCAIS)

Queres vir pintar ?
Queres vir aprender a fazer muitas ARTES.... ?

Abrimos um ATELIER DE ARTES às Segundas-feiras
Idades: a partir dos 5 anos....
Horário: das 17h às 19h
Onde ? no Pátio dos Artistas, em CASCAIS!

Vem daí que é muito divertido e tem todos os materiais incluídos!

Pátio dos Artistas
Praceta de Beja, 138 A
Cascais
patiodosartistas@gmail.com
Tel: 963589797
www.patiodosartistas.com

Aulas de Teatro: Actuar Shakespeare Hoje - Lisboa

Neste momento está em cena a peça Macbeth no Chapitô, e no dia 27 de Março estreia uma outra versão deste texto de Shakespeare, no Teatro de Carnide. O autor britânico terá um lugar também no Teatro Nacional D. Maria II com a estreia de As You Liked, no próximo dia 21, primeiro dia da Primavera.

De quantas maneiras se poderá fazer Shakespeare? Porquê os seus textos tem tanta vigência? Onde nos toca? Onde encontra o nosso imaginário? Será que se Shakespeare fosse nosso contemporâneo, faria as peças da mesma maneira?

Estas são algumas das questões que nos servem de ponto de partida para redescobrir a magia do poeta inglês.

Um curso prático de interpretação, para experimentar diferentes alternativas de abordagem de Shakespeare.

Formador: Claudio Hochman ( www.claudiohochman.com)
Quartas-feiras das 19.30 as 21.30 na Casa do Brasil
Rua Luz Soriano 42 Bairro Alto Lisboa
Duração: três meses (Abril, Maio e Junho)
Valor mensal: 45 euros
Valor total do curso com pago antecipado 120 euros

Inicio: quarta 3 de Abril
Inscrições: ate 22 de Março para hochmanclaudio@gmail.com

Workshop: After Effects - Lisboa